sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Bilhete


Não estou mais a sua disposição, a chave levei comigo, assim como todos os gostos amargos de sua presença que achava que eram intensas, mas não passaram de simples palavras jogadas no ar. Quase iludido por um o tempo a tempo de debandar, pois quando ler este bilhete, saiba que estarei distante, num lugar que nunca mais vai me encontrar.

Um comentário:

  1. caramba.. :/
    acho que já escrevi bilhetes como este em minha mente..

    ResponderExcluir